Telegram X também desaparece da Google Play Store – Canaltech



Quem tentar realizar o download do Telegram X no Android nesta quarta-feira (14) não vai conseguir. A nova e mais recente versão do mensageiro, que é mais leve e promete trazer recursos extras e experimentais, desapareceu da Google Play Store nas primeiras horas desta manhã, sem que nenhum dos envolvidos explicasse exatamente o que aconteceu.

Aqueles que já têm a solução instalada em seus smartphones conseguem a utilizar sem problemas, com direito a todos os seus recursos. Novos download, entretanto, não são mais possíveis pelos meios oficiais, com apenas a versão tradicional do Telegram estando disponível para ser baixada.

Por enquanto, nenhum dos envolvidos se pronunciou sobre o assunto. A Google não costuma falar diretamente sobre a remoção de aplicativos da Play Store, mas no caso de uma solução com tantos downloads como o Telegram, isso pode acabar mudando. Em suas redes sociais oficiais, a empresa responsável pelo mensageiro também não havia falado sobre o assunto até a publicação desta reportagem.

É impossível, entretanto, não relacionar a situação à que ocorreu no início deste mês, quando tanto a edição normal do aplicativo quanto o Telegram X foram retiradas do ar na Apple App Store. Pior ainda, a remoção aconteceu apenas dias depois do lançamento da nova versão da ferramenta, por conta do uso da plataforma para compartilhamento de conteúdo de pedofilia e outros materiais ilegais.

Essa foi a explicação dada, na ocasião, por Phil Schiller, vice-presidente de marketing da Apple, que disse ter notificado não apenas a gerência do Telegram sobre o caso, mas também as autoridades. Depois, a empresa responsável pelo mensageiro disse ter tomado as medidas necessárias para conter o problema, banindo centenas de contas e acabando com grupos relacionados aos crimes, possibilitando, também, o retorno da aplicação à loja online.

As duas situações, contudo, podem não estar relacionadas devido ao fato de somente o Telegram X ter sumido da Play Store, enquanto ambas as versões permaneceram no ar mesmo diante das denúncias feitas pela Apple. O desaparecimento da versão mais recente pode indicar um conflito entre alguma de suas funções e os termos de uso da Google para seu marketplace de aplicativos.

Fonte: Hipertextual



Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Related Post